Thursday, May 31, 2007

Corrupção: uma freqüência no Brasil

Como você se sente vivendo em um país com tantos contrastes?
Eu me sinto mal...É horrível dia após dia a gente verificar que poucas coisas mudam.
A questão da corrupção é antiga sim, mas deveria acabar...Mas como isso é praticamente impossível! Deveria ao menos diminuir.
É interessante que as pessoas pegas em fraudes, são presas e depois soltas, prova-se que os indivíduos são culpados, mas eles ficam soltos livres para cometer outros atos perversos.
Pois esses atos só atrasam à vida do país.
Geram violência e mais violência, miséria e toda sorte de desgraça.
Assim o país não cresce e aumenta cada vez mais as diferenças sociais.
Pois falta trabalho e investimentos em áreas importantíssimas como: educação, saúde, segurança pública e etc.

Leva-se um tempo muito grande para que as coisas realmente comecem a mudar, mas isso depende de cada um de nós.
Não podemos mais ficar passivos diante de tanta desordem, temos que fazer a diferença. Como?
Sempre podemos fazer alguma coisa, estando atento a tudo o que acontece, se informando e repassando essas informações.


“ Talvez você não consiga alimentar cem pessoas; mas uma só pessoa você pode e é capaz de alimentar”. (extraído)


Temos que dizer “não” ao conformismo.

O conformismo é uma arma que destrói a esperança.

Lita Duarte

Monday, May 21, 2007

Para Refletir...

"Não há nenhum pensamento importante que a burrice não saiba usar, ela é móvel para todos os lados e pode vestir todos os trajes da verdade. A verdade, porém, tem apenas um vestido de cada vez e só um caminho, e está sempre em desvantagem".

Robert Musil em O Homem sem Qualidades

Friday, May 18, 2007

ATENÇÃO!

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil“Esquecer é permitir. Lembrar é combater”. Este é o slogan do 18 de maio, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil. Instituído em 2000, o dia faz alusão a um crime, ocorrido no Espírito Santo, há 27 anos, em que Araceli Cabrera Sanches , então com oito anos de idade, foi violentada e assassinada. A campanha do Dia 18 de maio, produzida pelo CEDECA/BA, foi adotada pelo Governo Federal.